Há muitos anos atrás um homem me falou sobre

um tempo solene que se instaurava nos telhados

de uma cidade marroquina.

Este homem gentil, calvo e jovem marcou época

em minha vida.

Ele costumava relatar história que vivera num

navio. Seus olhos visionários e azulados dividiam-se

entre o casco e o mar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: