Sensação de perda de uma infinitude de cenas sublimes. 

Raios solares infiltrando-se entre as árvores de uma floresta.

Tempestades de areia-ouro em desertos perdidos.

Saudades do enigmático círculo do horizonte.

O azul que se derrama entre o céu e o mar : sonho líquido.

A silenciosa poesia dos navios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: