Está tudo certo conosco

Está tudo certo conosco. O pensamento que pensa em você. A liberdade livre. Parece filme. Hoje eu ví um casal partindo rumo à escuridão : abraçados, dividiam animadamente um potinho de salada de frutas . O que me encanta é você, é o seu segredo. Nele reside a minha vida agora. Só choro às vezes,  comendo sucrilhos, “ meu deus, como isto é bom!”.

 

Nada de novo no mundo a não ser nós. Hoje você veio aqui e me disse literalmente : “ o cérebro em seu leito flui macio e verdadeiro. Mas deixe um desvio acontecer : seria mais fácil para você devolver a correnteza aos seus caminhos quando as correntes cortarem as colinas.”

 

Odeio estar sozinho mas não suporto interrupções. Abro minha janela e vejo sabe-se lá o quê. Um esquilo, nunca ví. Com binóculos, menos ainda, nem formigas. “Não é possível que no fim o milagre não aconteça.” Como eu pensava em você , enquanto você não vinha.

 

Ninguém sabe de onde vem o vento. E tampouco as sobrancelhas. Dito isto vamos nos perder.Muito mais razoável, portanto é abrir espaço para o acaso, o fortuito. Afinal, a vida é casual, fortuita. Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos. E nos procuramos em vão.

 

A descendência do caos, do mar e do céu. Ela me explicou, eu não ouví porque estava ocupado inventando um nova visão do amor. A verdade é que não me lembro mais com o que não me conformo. Fã do oxigênio, arauto da luz, protetor das formigas. A vida é uma seqüência de tragédias com pores do sol. E a Amazônia com sua pertubadora bio-diversidade.

 

Não sei o que será da Avenida Paulista quando Cronus agarrado em Zeus cuspir sua última pedra. De Ipanema quando Iemanjá e suas nove musas conferir o divino poder das canções. O próprio comportamento sexual deverá tornar-se pingüim. E assim por diante.

 

Guardem isso : “ mudar a mentalidade e a vida dos homens”. Os seres humanos são apenas uma parte do tecido da vida – dependentes do tecido completo para sua própria existência. Não podemos ignorar as formigas. Elas são galáxias em si. E por aí cintilam. Cada animal é um fim em si mesmo – sai perfeito do ventre da natureza e gera filhotes.

 

Eu falo em nome do verde da folha.

 

A meta é ar puro circulando, rios correndo limpos e soltos. E a presença de pelicanos, águias e baleias em nossas vidas. Salmão e trutas em nossas correntes. Linguagem cristalina e sonhos bons. Outra operação. Tipo tecido cósmico alinhavado. Não é possível que no fim o milagre não aconteça. Conosco vai tudo bem : não é o medo da loucura que nos vai obrigar a hastear a meio-pau a bandeira da imaginação.

 

“Mas Mantraman…’

 

Fim de papo.

  

 

 

 

Anúncios

Uma resposta para Está tudo certo conosco

  1. Sim, mantraman…
    “Está tudo certo conosco”
    “O inferno são os outros”
    Grande abraço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: