Não lembro, acho que era Bukowski

buka21

Ouvi alguém dizer recentemente

que tudo é sexo.

Acho que foi na tv.

Não lembro.

No mesmo dia meu nariz estava branco

E alguém, como sempre, me disse

Que meu nariz estava branco.

E é bem possível que eu tenha dito

E daí? está branco mesmo.

Ou algo assim.

Não lembro.

Hoje mesmo eu quis definir a poesia.

Disse algo como transcender o real.

Mas o som estava muito alto

E era impossível escutar o que

Eu estava dizendo

Porque o som estava muito alto

Alto mesmo.

Acho que foi a primeira vez que falei

Sobre o assunto.

Não lembro.

A Paula estava lá com seus olhos

Sexuais vorazes e comprometidos.

Quando todos estavam loucos

Para ouvir uma boa poesia

Ninguém sabia uma de cor,

Só eu.

Mas o marido da Paula estava lá também.

Acho que era ele

Ou alguém muito parecido com ele.

Não lembro.

E eu ainda insisti em poesia transcendência

Porque todos estavam loucos

Por transcendência

Mas o som estava muito alto

Alto mesmo.

Foi então que conheci a Cláudia

Que me disse que eu já a conhecia

Mas como eu sou um transcendente

Não a reconhecia.

Quando todos debandaram do local,

Saímos em seu carro prateado

E no meio do caminho

Ela me disse que meu nariz estava branco.

E tinha razão : estava mesmo.

Foi então que ela me contou uma história

Muito importante de sua vida

Algo como fui à Indonésia

E meu marido não.

Não lembro.

Quando estava amanhecendo

Ela lembrou que precisava fazer algo

Que até agora não entendi o que era.

Algo como nunca mais ir à Indonésia

Sem meu marido.

Não lembro.

Sem dizer que meu nariz estava branco

Ela me perguntou onde eu morava.

Estranhei a Cláudia neste momento

Sua voz parecia diferente daquela voz

Que contava experiências na Indonésia

E mesmo o seu rosto se transformou

Não sei se para melhor ou para pior.

Não lembro.

No caminho para minha casa

Falou de um namorado que tem ou tinha

Mas que atualmente mora

Não lembro bem aonde agora.

Deixou claro que não come carne

E que o açucar é um veneno.

Ainda falou de um outro alimento nocivo.

Não lembro.   

Acho que era Bukowski.

Ou algo assim.

     

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: